quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Um convite à reflexão.

video
(Dê play e escute o João Villaret interpretando o poema de Fernando Pessoa)

AUTOPSICOGRAFIA

"O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.


E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,

Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração."

Fernando Pessoa

Essa é uma das mais conhecidas poesias de Fernando Pessoa, com uma metalinguagem na qual ele descreve o sentimento e o que os poetas pensam de suas próprias obras.Uma visão breve sobre a vida e a obra de um dos maiores poetas da língua portuguesa.
(Daniel Tavares)

5 comentários:

  1. Essa poesia fala algo muito importante à respeito do criador: que o poeta, ao contrário do que se pensava no Romantismo, não só descreve a realidade, mas sim sua própria subjetividade ─ suas emoções individuais, dores, alegrias, anseios... ─ por meio do raciocínio, o que faz lembrar o trecho de um texto seu: "O que em mim sente 'stá pensando".

    ResponderExcluir
  2. O título mostra que o poeta quer explicar o que se passa em sua mente quando faz uma poesia.

    No começo ele diz que o poeta é tão bom fingidor que consegue fingir a dor que sente na realidade.

    Depois fala que essa dor serve de motivação a dor sentida pelos leitores.

    No final mostra uma conclusão de como a poesia é feita, com o coração (sensações,sentimentos) e com a razão (imaginação, criatividade).

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, rapazes. O blog está muito bonito e os comentários interessantíssimos. Como já falei em sala, esse foi o primeiro poema que eu li de verdade. Ele me fez ler Fernando Pessoa e conhecer sues heterônimos. Vocês sabem o que é isso, e quem são os seus heterônimos? Vamos conhecê-los e ler seus poemas?
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Bem,esse poema é o mais famoso de Fernando Pessoa e para mim o mais profundo.A metalinguagem usada é como se eles estivesse desenhando sua propria alma.
    E em relaçao aos heterônimos o Fernando teve vários, cada um com seu motivo em especial.Que foram:
    # Alberto Caeiro
    # Ricardo Reis
    # Álvaro de Campos

    ResponderExcluir
  5. Fernando Pessoa quis mostrar nesse poema as emoçoes que ele sente ao escreve-lo. E diz também que o leitor se sente bem ao ler, creio que por ver que a dor do poeta é maior que a sua.

    ResponderExcluir